Eu sou Rio – juntospelo.Rio

Compartilhe:
RSS
Facebook
LinkedIn
Instagram
Twitter
Follow by Email

Por: Paulo Protásio,

Riomania s.f. (1990) paixão, obsessão, amor por cursos d’água, por quaisquer modalidades de rios ( córregos, regatos, riachos, ribeiros, ribeirões, ribeirinhos, olhos-d’água fluentes etc.), mais suas margens e seus, propriamente ditos, marginais. esp. esses mesmos sentimentos ou pendores, deliberadamente cultivados, acrescidos do vício fecundo e sadio de dar e dar-se ao Rio, dito Rio de Janeiro, redito Cidade do Rio de Janeiro, antedito São Sebastião do Rio de Janeiro, transdito Cidade Maravilhosa. enc. isso inclui a busca e a dação de bens, espontâneas, em favor dos seus nativos, cariocas, ou adotivos, cariocados, ou metecos vinculados e radicados, carioquizados, todos irmanados po um senso comum de identidade feliz, orgulhosa, carinhosa, generosa com a fisicidade natural de sua baía, mais a periferia dela, com colinas, morros, montanhas, pães e gaveas e corcovos e corcovados e lagoas e lagunas e lagos, mais a fisicidade edilicia ou edificada e a non-aedificandi, com o Paço, os Montignys, os Reidys, os Niemeyers, os Burles, os Casés, as favelas, os becos, os parques, os jardins, as árvores, a luta pela sua preservação, recuperação, manutenção – mais o amor dos concidadãos – a que faltam creches, escolas, merendas, benfans, benefícios, beneplácitos, benedicencias, benemerencias, beneficências, benevolências, beneciencias, benefratrencias. sint.m.q. amor do (pelo, em favor do, em pró do, em prol do) Rio de Janeiro. etim. rio lat .rivus+gr. mania ‘ loucura, demência, loucura de amor, profecia, transporte, inspiração’.

 

Fonte:

Deixe uma resposta