Rio de Janeiro será a capital da bike

Compartilhe:
RSS
Facebook
LinkedIn
Instagram
Twitter
Follow by Email

No mês de junho, o Rio de Janeiro se torna a capital da bicicleta, quando recebe o maior evento sobre mobilidade urbana por bicicletas do mundo.

Ao longo de quatro dias, de 12 a 15 de junho, a Velo-city 2018 reunirá cerca de dois mil participantes, unidos pela temática da mobilidade urbana.

O enredo da conferência é resumido nos seguintes pontos: Aprenda a viver para alcançar felicidade e qualidade de vida, pois precisamos integrar a vida e o transporte gerando uma economia viva. A cidade do futuro é uma cidade com acesso à vida.

A conferência Velo-city apresenta conexões com educação, transporte, turismo, lazer, cultura, inovação, sustentabilidade e políticas públicas.

São debates, plenárias e palestras que reúnem os maiores nomes da mobilidade por bicicletas do mundo, e, para completar o conteúdo do evento, 165 trabalhos acadêmicos de empresas, prefeituras e organizações da sociedade civil selecionados de vários países serão apresentados.

A Velo-city é uma realização da Federação Europeia de Ciclistas (ECF – European Cyclists’ Federation) em parceria com a Prefeitura do Rio, por intermédio da Riotur.

“Depois de realizar a Velo-city na Europa, América do Norte, Austrália e Ásia, o Conselho da ECF tomou uma decisão unânime de promover uma edição sul-americana da Velo-city: e o Rio foi a escolha mais evidente”, afirma o presidente da ECF, Manfred Neun.

“Nesses dias que abrigará a Velo-City, o Rio de Janeiro se transforma na Capital mundial da bicicleta, um meio de transporte saudável, não poluente e sustentável, excelente alternativa para nossa cidade. Ano passado, estive na Holanda, última edição do evento, e recebi as chaves para ser anfitrião da edição de 2018 e pude sentir de perto o amor dos holandeses pela bicicleta.”, conta o prefeito do Rio Marcelo Crivella.

Escolhida em 2015 para sediar o evento deste ano, a cidade do Rio de Janeiro faz jus à seleção, especialmente pela conexão orgânica deste importante meio de transporte com a cultura da cidade.

“A bicicleta é a cara do Rio e queremos apresentar ao mundo nosso potencial para o cicloturismo e como esse meio de transporte está incorporado ao nosso cenário.”, explica Marcelo Alves, presidente da Riotur.

Plenárias em destaque

O programa abrangente da Velo-city vai além da abordagem acadêmica ou política, trazendo o viés social da mobilidade urbana aplicado à vida prática. Ao todo, são oito sessões plenárias, sendo duas por dia, ocupando local de destaque.

Acontecem ainda sessões paralelas, sendo oito delas dedicadas à pesquisa científica sobre a bicicleta como meio de transporte, formando o Scientists for Cycling, um compilado de trabalhos selecionados pela ECF em parceria com a UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, apresentados por estudiosos de todo o mundo.

A equipe do programa que recebeu os mais de 300 trabalhos enviados e os avaliou junto à ECF, para seleção dos 165 palestrantes de 34 países é da organização carioca Transporte Ativo.

As inscrições estão abertas. Acesse: https://www.velo-city2018.rio/

Deixe uma resposta